quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Mistérios da Vida Oculta


Procuro teu abandono esotérico ocultado,
Caminhando sobre pétalas de rosas desfeitas,
Pegadas inebriantes que tu enjeitas,
Sobre estigma nas mãos marcado,
Que tu lês em livro manchado,
Dicionário fútil de linhas direitas,
Bíblia Sagrada de palavras desfeitas,
Amor traduzido de triste significado!

Rios de vida que pelas tuas mãos escorrem,
Vida nas linhas que o destino gravou,
As mesmas linhas que a vida consagrou,
Rumos de certezas escritas da desordem,
Incertezas de dentes ímpios que mordem,
Mordendo a mão de mãos que alimentou!

Folhas de chá flutuando em ti,
Chávena de ópio do teu ser que és,
Flutuas de ti por ventos e marés,
Fundes-te na nuvem pintada que sorri,
Nuvem imaginada da imagem de si,
Qual céu escravo sob teus pés!

Setenta e oito virgens adivinhas:
Sortes desejadas se assim o quiseres,
Mil homens desejados a desejar mil mulheres;
Quatro bordéis com quatorze tentações miudinhas,
Dez infelizes marcadas por mentes mesquinhas,
Sobrando mais quatro figuras às quais aderes,
Vinte e uma putas prontas para baralhar,
Um palhaço que te fará rir ou chorar,
Respeito do respeito que tu impuseres!

Ouro lunar de ofuscado brilho,
Oferta imposta medrosa e grata,
Comprada no ritual da felicidade ilusória,
Retrocesso à inocência infantil do sarilho,
Ao ajoelhar no perdão do Cristo de prata,
O adeus à esperança de conquista inglória!

Encontrei tua paz num jardim abandonado,
Sobre pétalas de rosas intactas e renascidas,
Sorri pelo teu largo sorriso conciliado,
Com as alegres tristezas de todas as vidas!

Esse dicionário útil que da vida germina,
É livro da vida que a ilusão não ensina!

6 comentários:

O Profeta disse...

A terra dorme em sobressalto
Um grito brota da alma
Danço com esta bruma de Inverno
Rodopia em meu peito uma estranha calma

Águas despertas, Mar bravio
Cai sobre mim um nevoeiro perverso
Uma onda estende seu manto de espuma
Açoita as pedras adiando o regresso


Boa semana


Abraço

Carla disse...

porque é a vida que nos ministra ensinamentos e nos faz crescer
beijos

Fragmentos Intemporais disse...

Venho agradecer a oportunidade que me deu para conhecer o seu espaço!

É maravilhoso, mistíco... por demais envolvente!

Amo as palavras que escreve!

Beijos mil, mil vezes intemporais.

Miguel Barroso disse...

gostei


Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

O Profeta disse...

Construí um abrigo no deserto da emoção
Os vales são as ruas de um Deus
Fecha-se a alegria da terra
Um último olhar de amor, solto dos olhos teus

Na noite tudo se perde
Mora a sombra, o desvario
A indomável vontade do amor
Tem a força de um Rio


Boa semana


Abraço

epee disse...

Omissão intencional provocada pela ilusão de pétalas de rosas...




|@.
Boa semana, Diverso.