sexta-feira, 16 de abril de 2010

Luz Homo-Sex-Sapiens

*
A Luz fria do lume que vaga,
Luz de vaga-lume que no dia se apaga,
É lume no olho na procura tímida do lume,
Castigo da natureza que não compreende nem afaga,
O namora da sombra escondida que na noite se assume,
Chorando lágrimas de luz que sulcam o mudo negrume!
*
Lavando a alma na mente pela qual mentem as mentes,
Abrem-se submissas nalgas de homo aos iguais sorridentes,
Errando nos corpos ooscopias ínvias de lúbricas penetrações,
Na lírica desordem do vómito e confuso prazer das evacuações,
Rasgados tecidos das pregas de assumidos arincus diferentes,
Propondo obstipados castigos a pagar de invertidas sensações,
Pecado da natureza culpada não julgada por erradas vibrações,
Prazer marginal dos corpos pelo desejo à Natureza obedientes!
*
Pirilampos escondidos na luz preconceituosa do dia,
Movem-se sob pálpebras pesadas que cobrem o olhar,
Natureza da Prisão hermética dos olhos proibidos de amar,
Libertando na noite fechada, desejos de desafectada analogia,
Para encontros na natureza pirilâmpica com o direito à harmonia,
Onde brilham luze-cus raiados entre a concupiscências do luar,
Voando em rastos de luz da liberdade que lhes oferece o voar,
Penetrando o mistério das nuvens até ao céu azul da maioria!
*
Embriaga-se o corpo na revolta das noites bebidas,
Hão-de vingar-se da cega luz dos dias arrogantes,
Iluminando com a luz de suas certezas vacilantes,
Até adormecerem no leito das horas perdidas,
Para acordarem novas mentes renascidas,
E não mais serão como dantes!
*
Na Natureza, nem tudo é o nosso ouro ou vossa prata,
Nem toda a luz corresponde aos nossos desejos brilhantes,
Mas se o Amor é sol nascido até para cinzentos semblantes,
Já a diferença, entre as cores em julgamento, é uma batata!
*

8 comentários:

Everson Russo disse...

Uma linda pintura em palavras,,,uma obra de arte em versos,,,essa luz que emana do ser e para o ser...um beijo amiga e um belo final de semana pra ti.

Desnuda disse...

Essa luz reflete em todos os sentidos a natureza do ser humano.


Belíssimos versos. Construções do mais alto nível, onde a sabedoria poética brilha.


Beijos, com carinho.

Everson Russo disse...

Meu amigo, não entendi bem o seu comentario no Livro,mas realmente acredito que sua pagina não está abrindo por ineiro por aqui,,,,aparece um fundo preto e apenas letras vermelhas...vou tentar em um outro navegador....abraços de amizade e paz....

Epee disse...

DiVerso em versos de seus reversos, desenha em sua tela “Luz Homo-Sex-Sapiens” e grita: "AÇÃO!"

Não obstante Poet[a] é DiVerso... e sendo DiVerso, excede-se. Na tinta vermelha-paixão o poema da luz, mas é na seleção das palavras negras em tela da mesma cor -ausência do contraste- que toda trama se desenrola, na 'tríplice vertente' em terceira pessoa do plural: n'eles'.

Não é ficção, não é comédia, não é desenho animado. Não sendo uma história de amor, é um romance, cujos personagens, os principais, são “Homo-Sex” e a “Luz” que os envolve é “Sapiens”.

Da leitura, em palco principal: “...na natureza, a luz é a diferença”. Uma vida de luz, há quem nomeie de própria, há quem nomeie d'ele, prefiro acreditar no reflexo. O amor, o desejo, os sentidos [oito, talvez!], nada compreensível. Quem disse que o fato de 'não ter acontecido significa dizer que não existiu'? Poeta de Luz, destaca em pontos de exclamação e vírgulas a cor branca e pinta um arco-íris no céu de Krystal. É Poeta!

Atrás das cortinas: “Pirilampos escondidos na luz preconceituosa do dia...”. Em cena real DiVerso versa em tema delicado, mas o domínio das letras/palavras/versos em expressões utilizadas, suaviza tão dura realidade que o sentimento intima a camuflar, cuja 'Luz-Sapiens' reflete a imposição da sociedade no 'Homo-Sex' e como o latim tão bem o justifica: 'Oratio vultus animi est' (o discurso é o rosto da alma). Neste caso, para cada tempo: em luz e trevas.

Poeta e não satisfeito: “o Amor é sol nascido para todos”. Bendito seja e bem-ditas sejam as tuas palavras no [re]nascer de um novo dia, a todos, Homo, Hétero, Bi, Trans ou Inter-'Sex'.









----@____

Bom fim-de-semana.

poetaeusou . . . disse...

*
amigo
,
a luz das tuas palavras,
têm o dom da claridade,
exalando a verdade !
,
saudações, ficam,
,
*

Epee disse...

"...Já a diferença, entre as cores em julgamento, é uma batata!"

A arte móvel.

O arco-íris se desfez do contraste camuflado no fundo preto realçado pela tinta branca, dando origem à beleza de versos coloridos. Na rega e na poda necessária ao cuidado de todo jardim.

Bem assim, DiVerso.









----@____
Boa semana!

Secreta disse...

Poema interessante, sem duvida.

Efigênia Coutinho disse...

KrystalDiVerso, eu estava saudosa deste recanto poético, desejo explicar minha ausencia, foi o batizado da netinha, e depois vim para New York, onde fico até fins de maio, mas estarei presente para ler seu espaço, com afeto,
Efigênia Coutinho